4 erros alimentares que prejudicam sua saúde nos dias frios

A baixa temperatura surpreendeu o país e exigiu que os agasalhos fossem retirados do armário. Mas, mesmo com a passagem das frentes frias, o cuidado com a alimentação não pode ser deixado de lado. Nos dias e noites com temperaturas menores, as pessoas geralmente sentem mais fome e acabam consumindo alimentos mais calóricos.

De acordo com a nutricionista do Senac em Minas, Fabiana Roberto Soares, isso acontece devido a uma necessidade do organismo de elevar a temperatura corporal e neutralizar a diferença climática. “Nosso organismo gasta mais energia para manter a temperatura corporal estável e, para compensar, sentimos uma necessidade maior de nos alimentar”, afirma.

Para manter a boa forma e cuidar da saúde também nesse período, confira os principais erros alimentares cometidos e aprenda como evitá-los:

1 – Deixar de consumir saladas e frutas.

Erros alimentares: Deixar de consumir saladas e frutas. Descrição da imagem: várias tigelas de frutas e legumes vistas de cima. Mesmo que não sejam frescas, as frutas, verduras e os legumes não podem ser riscados da rotina alimentar, pois são ricos em fibras e fontes de minerais e vitaminas, nutrientes importantes que contribuem para o bom funcionamento do sistema imunológico e auxiliam na prevenção de doenças como gripe, resfriado e problemas respiratórios.

2 – Diminuir a ingestão de água.

Erros alimentares: Diminuir a ingestão de água. Descrição da imagem: mulher bebendo água.
Por causa do tempo frio, a tendência é a diminuição da ingestão de água necessária ao organismo. Para ajudar a preencher o nível que o corpo precisa, os chás são uma ótima opção. Esse consumo deve estar em uma ou, no máximo, duas refeições do dia, deixando o restante para o consumo de água e sucos naturais. Vale lembrar que a água não pode ser substituída, devendo estar sempre presente na rotina alimentar.

3 – Incluir ingredientes calóricos na dieta.

Erros alimentares: Incluir ingredientes calóricos na dieta. Descrição da imagem: tigela de caldo com queijo em excesso.
Isso pode resultar em uma rotina não favorável ao corpo. Cuidado com o consumo excessivo de tortas e bolos. Sopas e caldos costumam levar queijo, farinha de trigo e amido de milho. É interessante optar por receitas que tenham como base: batata, mandioca, mandioquinha, cenoura ou grãos, como ervilha, lentilha, feijão, grão de bico, aveia e trigo para quibe. Creme de aveia e quinoa também contribuem para que o cardápio fique mais saudável, menos calórico e saboroso.

4 – Ficar grandes intervalos sem se alimentar.

Erros alimentares: Ficar grandes intervalos sem se alimentar. Descrição da imagem: mulher com garfo, faca e prato vazio na frente dela.
Passar muito tempo de estômago vazio não emagrece! Quanto mais se consegue manter a frequência das refeições para controlar os picos de fome intensos, melhor será o controle de compulsões fora dos planejamentos alimentares, evitando o excesso de calorias ingeridas. Comer de três em três horas é indicado para qualquer época do ano.

Aprenda esta e outra técnicas nos cursos do Senac. Confira as vagas abertas.

Posts Relacionados

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •