A inteligência emocional possui 12 elementos, qual você precisa desenvolver?

Uma das competências que tem ganhado destaque e foi reconhecida pelo Fórum Mundial Econômico como indispensável para o profissional do futuro é a Inteligência Emocional (IE). A IE apresentou ter seus maiores impactos no mundo dos negócios, principalmente na área de liderança e desenvolvimento colaboradores.

Existem muitos modelos de inteligência emocional, cada um com seu conjunto de capacidades; O modelo apresentado por Goleman e Boyatzis abrange quatro domínios: autoconhecimento, gestão pessoal, consciência social e gestão de relacionamentos. Alojado dentro de cada domínio existem 12 competências de IE, capacidades adquiridas e passíveis de serem aprendidas que permitem desempenhos excelentes no trabalho ou como um líder.

Fonte: Elaborado pela autora
#ParatodosVerem #LegendaInclusiva: Quadro colorido. Na primeira coluna está em destaque o autoconhecimento, em vermelho. Na segunda coluna, de cor amarela, está em destaque a Gestão Pessoal. Na terceira coluna, de cor azul, está em destaque consciência social, Na quarta coluna, de cor verde, está em destaque gestão de relacionamentos.

Como você pode saber em quais pontos ligados a IE precisa melhorar — principalmente se você sentir que é competente em algumas áreas?

Avaliar apenas as 12 competências em sua cabeça pode lhe dar uma ideia de onde você precisa de algum aprimoramento, mas não é a maneira mais eficaz de fazer.

Uma boa maneira de você identificar seus pontos fortes e oportunidades de melhoria é através de avaliações de 360 graus, que coletam tanto autoavaliações como impressões daqueles que o conhecem bem. Esse feedback externo é particularmente útil para analisar todas as áreas da IE

“VOCÊ PODE TER UMA IDEIA APROXIMADA A RESPEITO DE QUAIS SÃO SEUS PONTOS FORTES E FRACOS PEDINDO PARA AQUELES QUE TRABALHAM COM VOCÊ LHE DAREM FEEDBACK.”

Após identificado suas oportunidades, você pode utilizar de ferramentas do coaching para aprimorar áreas em que há déficit de IE.

Mesmo pessoas com muitos pontos fortes aparente podem ter necessidades de entender melhor as áreas da IE onde há espaço para se desenvolver.

Não engane seu desenvolvimento pressupondo que a IE está somente ligada a ser gentil e alegre ou que sua IE é perfeita — ou, pior ainda, pressupor que a IE não pode ajudá-lo a ter sucesso em sua carreira.

Quer saber mais como desenvolver sua IE? Confira essas dicas!

Autoconhecimento

Um dos processos mais importantes para desenvolvermos inteligência emocional é o autoconhecimento.

Através de uma relação íntima com nós mesmos conseguimos descobrir o motivo real de nossas ações, ou seja, o porquê das nossas escolhas e qual nossa real intenção. É também, através do autoconhecimento, que iremos ter consciências sobre nossas maiores habilidades e competências e como elas poderão contribuir para nosso sucesso profissional e pessoal.

Busque conhecimento e vá para a ação.

Através do conhecimento ampliamos nossas ideias. A leitura de livros e artigos relacionados a autoconhecimento e habilidades socioemocionais podem ajudar numa maior compreensão.

Após obter um novo conhecimento parta para ação, ou seja, coloque em prática tudo o que aprendeu através dos estudos. Nosso cérebro é capaz de adquirir novos hábitos através de atitudes diárias, ou seja, não basta apenas pensar, é preciso realizar. Então, “mão na massa”!

Compreenda e demonstre seus sentimentos

Emoções são informações, são dados, que condicionam a maneira como nós pensamos e comportamos. Sabemos por pesquisas que as pessoas que suprimem seus sentimentos e emoções são menos saudáveis quando comparadas com pessoas que os expressam. As emoções devem ser canalizadas, de modo que, quando não expressadas, impactam diretamente em nosso organismo, como por exemplo no sistema imunológico, no estômago e em nossa saúde mental.

Pratique meditação

Diversos estudos afirmam que a meditação constrói novos caminhos neurais no cérebro, reduzindo os níveis de estresse e aumentando a sensação de bem-estar. Com a prática regular, esse mecanismo se torna automático, proporcionando um estado natural de felicidade e tranquilidade.

O principal objetivo da meditação é trazer a mente para o momento presente, o que resulta na ampliação da autopercepção e do gerenciamento emocional, além da consciência sobre os comportamentos que antes eram automáticos.

Estabeleça pausas e momentos de descanso na sua rotina:

Reserve um tempo para “não fazer nada”: leve seu cachorro para passear, tome um longo banho de chuveiro, o que quer que lhe permita uma pausa na sua rotina agitada. Essas práticas ajudarão a exercitar áreas do seu cérebro (áreas córtex pré-frontal esquerdo) favorecendo um melhor gerenciamento emocional e o estabelecimento de emoções “positivas”.

Elaborado por: Camila Alves ( @camilaalves.ei) – Consultora e Mentora especialista em Inteligência emocional e social.

www.camilaalvesei.com

camila@camilaalvesei.com

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •