O que faz um técnico em Enfermagem?

Realizar a admissão de pacientes, preparar leitos, coletar exames laboratoriais, checar informações para auxiliar no diagnóstico de alguma doença, conduzir exames físicos, avaliar registros dos sinais vitais, checar a punção venosa, administrar medicamentos conforme prescrição médica, apoiar a equipe multiprofissional nas urgências, emergências e corridas de leito… As funções de um técnico em Enfermagem são muitas e ainda podem variar dependendo do setor e do local de trabalho.

De acordo com a gerente de Recursos Humanos do Hospital Lifecenter, Vera Matos, o técnico em Enfermagem possui papel fundamental na operação de uma instituição hospitalar, pois esse é um profissional-chave no atendimento dos pacientes. No intuito de colocar em prática o que é aprendido em sala de aula, o Lifecenter recebeu, no segundo semestre deste ano, 16 alunos do curso Técnico em Enfermagem do Senac em Minas, que têm aproveitado a oportunidade de vivenciar a rotina de uma grande instituição de saúde.

Supervisor orienta técnico em Enfermagem
Em recente parceria, o Hospital Lifecenter priorizou os alunos vindos do Senac devido à preparação educacional que eles recebem. Para a gestora de RH da entidade, o Senac em Minas é umas das instituições de ensino mais tradicionais do estado e oferece formação integral aos estudantes, sendo capaz de desenvolver profissionais comprometidos e engajados, o que vai ao encontro da proposta do hospital de oferecer excelência em atendimento e cuidados assistências.

No campo de trabalho, os alunos são orientados por um enfermeiro supervisor que acompanha o desenvolvimento e aprendizado das rotinas assistenciais. Depois, ele passa por um nivelamento dos conhecimentos de protocolos e, finalmente, é inserido na cultura da entidade por meio da imersão e apresentação dos valores e filosofia institucionais. Segundo Vera, o objetivo desse trabalho é a inserção e a formação integral do profissional. Além disso, como aponta a gerente de Produtos na área da Saúde do Senac em Minas, Danielle Moura, é fundamental que o aluno aprenda a trabalhar em equipe e a desenvolver sua competência comportamental.

Para ajudar os interessados em obter esse nível de formação, Vera Matos dá 5 dicas para o Técnico em Enfermagem entrar e se manter no mercado:

1 - Conhecimento e formação técnica são fundamentais, mas tão importante quanto a formação é o comprometimento. 2 - Com a abertura de novos hospitais e o aumento do número de leitos, surgem também novas oportunidades de trabalho. 3 - Atualmente, as principais ofertas de emprego decorrem da alta rotatividade, num contexto onde os profissionais permanecem por um curto período. 4 - A permanência e a manutenção desse profissional são medidas pelo nível de engajamento e consciência do impacto de suas atividades. 5 - Hospitais como o Lifecenter buscam profissionais que, a partir da formação básica e fundamental, tenham interesse em crescer e tornar-se referência em atendimento e qualidade assistencial.
Em consultórios, clínicas, hospitais e ambulatórios, programas de saúde pública, unidades de pronto-atendimento, centros de educação infantil, escolas ou na realização de atendimentos home care e pré-hospitalares, o importante é que o Técnico em Enfermagem preste assistência a indivíduos e grupos sociais de maneira eficaz, atuando na promoção, prevenção, recuperação e reabilitação dos processos saúde-doença em todo o ciclo da vida, sempre levando em consideração a humanização do cuidado, a segurança do paciente e a postura profissional.

Conheça os cursos do Senac em Minas. Confira as vagas abertas.

Posts Relacionados

Compartilhe:
  • 1.3K
  •  
  •  
  • 1
  •