Por que incluir cogumelos na sua próxima compra

Pegue uma frigideira, acrescente azeite e 200 gramas de cogumelos frescos. Tempere com sal e cozinhe por dois minutos. Pronto: você acaba de preparar uma refeição quase completa. Exceto pela baixa quantidade de gorduras, importantes para a saúde, o alimento tem nutrientes fundamentais. “Baixo teor de calorias, fibras, carboidratos e proteínas, incluindo os aminoácidos essenciais e, em menores quantidades, minerais e vitaminas”, orienta a nutricionista e coordenadora do Mesa Brasil do Sesc, Luciana Vacari.

Moça segurando cogumelo flóridaSimplesmente Retrato
Bandeja de cogumelo salmão sobre uma mesa com forro floridoSimplesmente Retrato

Flórida e Salmão são duas das espécies da produção de cogumelos em Nova Lima

Mas, afinal, o que são cogumelos?

Cogumelo não é um legume, mas fruto de fungos comestíveis. Mas, calma: vários deles são benéficos à saúde, assim como os lactobacilos, presentes no iogurte nosso de cada dia (ufa!). Luciana explica ainda que os cogumelos aumentam a imunidade, diminuem a pressão sanguínea e reduzem níveis de colesterol, lipídeos e glicose. Além disso, propriedades estudadas os relacionam como potentes antitumorais, anticarcinogênicos, antivirais e anti-inflamatórios.

Cogumelo é novidade?

Cinco mil anos antes de Cristo o produto já era consumido na China, mas apenas entre nobres, com pompa e circunstância. Na Grécia, na Roma e no Egito a iguaria era a estrela do cardápio de imperadores e faraós. “Hoje são cerca de duas mil espécies comestíveis, mas por questões culturais e pela falta de investimentos em pesquisa para cultivo e manejo, no Brasil o consumo é restrito a cerca de 20 espécies”, explica Roney Bernandes, biólogo e produtor de cogumelos há 28 anos.

ingredientes: cebola, alho, tomate, ervas e cogumelosSimplesmente Retrato

Onde encontrar?

Há tipos comestíveis, mas outros são tóxicos e podem oferecer riscos à saúde. Leigos dificilmente conseguem diferenciar uns dos outros. Por isso nunca consuma diretamente o produto que encontrar na natureza. O ideal é comprá-lo de um produtor certificado.

Como preparar?

Tá na mão e, agora, como fazer? O chef do Senac Marcus Monteiro ensina duas receitas com cogumelos. Confira e bom apetite!

 

Batata recheada com cogumelos e alho poró

Batata recheada com cogumelos e alho poróSimplesmente Retrato

 

Rendimento: 4 porções (duas metades por porção)

Ingredientes:
• 4 batatas Binge médias
• 1 bandeja de cogumelos Paris picados em pedaços pequenos com talo
• 1 bandeja de cogumelos Shimeji picados em pedaços pequenos com talo
• 1 cebola pequena picada
• 2 dentes de alho picados
• 1/2 talo de alho poró picado
• 50 gramas de queijo parmesão ralado
• 2 colheres de sopa de manteiga
• 1 colher de sopa de tomilho picado
• Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo:
Cozinhe as batatas inteiras em água fervente até que estejam macias ao espetar a ponta de uma faca. A faca deve entrar sem muita resistência até que se atinja o meio da batata. Retire da fervura e resfrie em água corrente. Em uma frigideira, derreta a manteiga e refogue a cebola e o alho. Assim que começar a dourar levemente, adicione os cogumelos, o alho poró e o tomilho. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto e reserve. Corte as batatas ao meio no sentido do comprimento. Com o auxílio de uma colher, retire o miolo da batata cavando um sulco para a colocação do recheio. A batata retirada do meio deverá ser amassada com um garfo e misturada ao recheio de cogumelos. Aqueça o forno no máximo. Coloque o recheio de cogumelos em cada metade de batata e polvilhe o queijo ralado. Leve ao forno por aproximadamente 10 minutos ou até dourar bem.

Molho de tomate com três cogumelos

Molho de tomate com três cogumelosSimplesmente Retrato

 

Rendimento: 4 porções (para quatro pratos de massa)

Ingredientes:
• 8 tomates italianos maduros sem pele e cortados em pedaços pequenos
• 2 colheres de açúcar mascavo
• 2 colheres de sopa extrato de tomate
• 1 cebola pequena cortada em pedaços pequenos
• 2 dentes de alho picados
• 1 ramo pequeno alecrim desfolhado e picado
• 3 ramos tomilho desfolhado e picado
• 1 bandeja de cogumelos Paris picados com talos
• 1 bandeja de cogumelos Shitake picados com talos
• 50 gramas de Funghi Secchi
• 3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem

Preparo:
Ferva 500 ml de água, despeje no Funghi Secchi para reidratar e deixe por 10 minutos. Numa panela média aqueça o azeite de oliva, refogue a cebola e logo após o alho. Adicione o extrato de tomate e o açúcar e refogue até dourar. Adicione o tomate picado e cozinhe em fogo baixo até que o tomate se desmanche. Retire o Funghi Secchi da hidratação. Não descarte a água. Pique o Funghi Secchi. Adicione os cogumelos no molho de tomate e cozinhe brevemente. Finalize o molho com as ervas picadas e tempere com sal e pimenta. Se necessário, ajuste a consistência do molho com a água do Funghi Secchi. Cozinhe a massa da sua preferência até ficar “al dente” e misture ao molho quente imediatamente antes de servir.