Por que investir em formação profissional?

A educação, em qualquer etapa da vida, cumpre o objetivo de propiciar o desenvolvimento de habilidades e a aquisição de conhecimentos. É por meio dela que as pessoas aprimoram sua capacidade crítica e analítica e potencializam a visão sistêmica dos processos nos quais estão inseridas.

Planejar, pensar em estratégias, administrar as finanças e fazer a gestão de pessoas são outras possibilidades de aperfeiçoamento. De acordo com Maria Isabel Rolla França, gerente universitária do Senac em Minas, a função da educação, em qualquer etapa, é fazer com que a pessoa desenvolva e aplique, no dia a dia, os conhecimentos adquiridos ao longo de sua trajetória educacional ou acadêmica.

Atualmente, o mercado oferece várias opções de formação profissional, entre cursos técnicos, tecnológicos, bacharelados e MBA. Para os interessados em uma oportunidade profissional, o tipo de formação pode ser um diferencial diante da concorrência. Fatores como duração do curso, valor do investimento e habilidades a serem desenvolvidas devem ser levados em consideração.

Para ajudar nessa escolha, confira as modalidades de cursos oferecidos pelo mercado e aumente as chances de se encaixar nas oportunidades disponíveis.

Curso Técnico

O curso técnico não é uma educação superior, é de nível médio e pode durar até dois anos e meio, de acordo com cada instituição. O interessado pode se matricular nessa modalidade ainda no ensino médio, mas apenas receberá o certificado de habilitação técnica ao apresentar o diploma de conclusão do ensino médio.

Graduação

Depois que se conclui o ensino médio, vem a graduação, que contempla cursos de bacharelado, licenciatura e tecnológicos. No bacharelado, há opções que duram de quatro a cinco anos e meio e o profissional terá uma visão geral da área, além de uma grande amplitude de atuação. Na Licenciatura, os estudantes se tornarão docentes, sendo habilitados a ministrar aulas para os ensinos fundamental e médio. Já os cursos tecnológicos, duram em média de dois a dois anos e meio e também são considerados cursos superiores. São ideias para quem deseja uma formação mais ágil, mais específica em uma temática.

Pós-graduação

Na pós-graduação, o aluno tem tanto a possibilidade de um lato sensu, que seria uma especialização ou um MBA, quanto um stricto sensu, que são os cursos de mestrado e doutorado – grandes diferencias para o currículo. Só é possível ingressar em uma pós-graduação após concluída a graduação, seja como tecnólogo, bacharel ou licenciado.

Nas áreas de Humanas, Biológicas ou Exatas, o importante mesmo é que o profissional esteja apto a aliar a competência técnica aos conhecimentos que vão além da profissão, sendo capaz de aplicá-los em diversas situações, tanto para alcançar determinado cargo dentro de uma empresa ou para conduzir o próprio negócio.

Já escolheu sua profissão?

Diante das demandas exigidas pelo mercado, algumas profissões têm se destacado e merecem atenção especial na hora de fazer a escolha da carreira. Conheça os setores mais promissores, as possibilidades de atuação desses profissionais e como está o mercado para as seguintes áreas:

Gastronomia

“Um profissional que se forma em gastronomia é um gestor”, afirma a coordenadora e professora do curso de Gastronomia da Faculdade Senac, Kleinia Anjos Vianna. Ele pode trabalhar como consultor em gastronomia, design de roupas para o setor e professor, além de atuar em bares e restaurantes, bem como no ramo do turismo.

Para o gerente de produtos nas áreas de Hospitalidade e Turismo da instituição, Hans Ebehard Aichinger, o mercado está em déficit de gestores gastronômicos que entendam a gastronomia desde o planejamento do empreendimento até a administração financeira do negócio, e não apenas a elaboração do cardápio.

Administração

Devido à competitividade no mercado para essa área, os profissionais precisam de uma sólida formação técnica para poder solucionar os problemas da empresa. Para Fernando de Araújo Abreu, coordenador e professor do curso de Administração da Faculdade Senac, as habilidades técnicas e humanas são fundamentais, visto que o administrador pode ser um líder e, para isso, precisará lidar com pessoas.

Um administrador pode atuar nos setores de planejamento estratégico, logística, processos, recursos humanos, gestão de pessoal, marketing, comercial e vendas, finanças, controladoria e contabilidade. “O mercado é muito amplo e um profissional dessa área pode atuar em organizações privadas, públicas ou ONGs e em empresas de vários portes”, explica o professor da Faculdade Senac, Jordan Nassif Leonel.

Ciências Contábeis

Com a abertura do mercado de capitais em 2009, cada vez mais, os investidores passaram a precisar de informações confiáveis para a tomada de decisão. Segundo a coordenadora do Curso de Ciências Contábeis do Senac em Minas, Carolina da Cruz Cardoso Oliveira, o contador é visto como uma pessoa estratégica dentro da empresa, e não somente aquele que emite guias ou faz o pagamento de impostos.

De acordo com a professora da Faculdade Senac, Patrícia Ferreira Magalhães Alves, devido à instabilidade do cenário político do país, o profissional contábil se torna ainda mais importante, uma vez que é por meio dos dados contábeis que as empresas têm informações sobre seu negócio, como os resultados e o fluxo de caixa.

Gestão da Qualidade

No setor de Gestão da Qualidade, os resultados das empresas precisam ser potencializados, maximizando o lucro e minimizando custos. De acordo com Fernando Toledo Almeida, coordenador do curso de Tecnologia em Gestão da Qualidade da Faculdade Senac, o aluno que optar por essa formação precisa estar preparado para buscar esses resultados e melhorar os processos da organização, além de atuar nas áreas de finanças, indústria e segmentos automobilístico, prestação de serviços e comércio.

Como destaca o professor Túlio Marcos Alves Azeredo, “bons resultados não caem do céu”. O profissional da Gestão da Qualidade irá ajudar a empresa nessa tarefa. Para ele, como o Brasil ainda não é tão eficiente em qualidade como outros países, há muitas oportunidades de investimento nessa área.

Hotelaria

Devido à dinamicidade do mercado, o profissional da hotelaria enfrenta um grande desafio: acompanhar esse movimento. De acordo com o gerente de produtos do Senac em Minas, Hans Eberhard Aichinger, o turismo criativo tem se destacado cada vez mais. “O turista que está em busca de viver experiências espera encontrar isso até mesmo onde ele se hospeda”, diz. Dessa maneira, o profissional de hotelaria precisa ser bastante inovador.

Segundo a coordenadora do curso de Hotelaria da Faculdade Senac, Terezinha Soares Leão, o profissional dessa área pode trabalhar tanto em hotéis e pousadas quanto na gestão de cruzeiros marítimos, hospitais e shoppings centers.

Processos Gerenciais

Aos interessados em adquirir um nível gerencial, essa graduação formará gestores, analistas ou coordenadores de empresas. É indicada para profissionais que já possuem experiências anteriores e desejam se aprimorar na área da gestão. Segundo o gerente de produtos do Senac em Minas, Tiago da Costa Carvalho, essa formação permite que o aluno desenvolva aptidões ligadas a finanças, gestão de pessoas, marketing, desafios mercadológicos e logísticos, conhecendo, assim, todas as áreas gerencias da empresa.

Gestão Financeira

Relacionado às questões financeiras de uma empresa, esse curso trabalha conceitos de economia, de mercado de capitais, contabilidade, planejamento tributário e financeiro. Esse profissional terá competência para oferecer soluções à vida financeira de uma empresa. “O consultor dessa área, seja quando atua em uma empresa ou presta serviços para o mercado, é um profissional muito valorizado e procurado”, ressalta o gerente de produtos do Senac em Minas, Tiago da Costa Carvalho. Além do consultor financeiro, o analista tributário é outro profissional bastante requisitado atualmente.


Assista aos webinars sobre Mercado e Profissão do Senac em Minas!

Aprenda esta e outra técnicas nos cursos do Senac. Confira as vagas abertas.

Posts Relacionados

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •